Sarah Goes da Silva

Primeira atuação ao cinco anos numa apresentação em homenagem a Mauricio de Souza dançando o espetáculo A turma da Monica feita pela escola ABC, assim nasceu o amor pelas artes.

 

Em 2003 passou a fazer parte dos grupos da Minerva Dançarte e Emocionarte atuando posteriormente junto ao grupo de teatro Esquisocenicos onde apoiou o grupo fazerdo malabares no teatro de rua.

 

Fez parte do grupo de artes integradas Gáft (Grupo de Artes Faces Teatrais) e do trio Mandaçaia na Vila do Vale do Capão. Gosta de tocar violão, pandeiro e de cantar. Realizou curso de teatro pela companhia de teatro Escenativa na cidade de Merlo na Argentina onde cantava à noite em bares e restaurantes música popular brasileira e guiava o grupo de mulheres que dançam Afrosambas. Voltando ao Brasil ingressou na banda Consciência Roots da Vila Ecológica Cotiguara, vila que ajudou a fundar no ano de 2005. Hoje simplismente gosta de tocar, cantar, plantar e cuidar da família. Ama ser agricultora familiar.

 

Sarah Goes da Silva

O Movimento de Inclusão Cultural (MIC) é um coletivo criado com o objetivo de levar arte à sociedade e gerar transformação a partir dela.

Voltar ao Topo